Caldo de cana

– Esse corte de cabelo aí tá voltando pra moda, né.

– É? Não sei, cortei porque tava calor.

– Aquele menino do Big Brother fez de novo, tá voltando sim.

– Ih, não assisto Big Brother, não sei viu.

– Como que chama mesmo? Jamaicano?

– Moicano.

– Isso.

– Eu usava assim quando eu era moleque, punk.

– Quantos anos você tem?

– Trinta e oito.

Cara de espanto.

– Eu lembro dos punks, era forte né? Ainda tem?

– Tem sim.

– Mas não tem mais tanto, né.

– Acho que hoje em dia tem muita coisa, aí já não chama mais tanta atenção.

– É… meu irmão era gótico. Eu lembro dos punks.

– Tem gótico ainda também.

– Aceita um chorinho?

– Aceito.

Entre um gole e outro, antes de pagar, ele pergunta:

– Passa rápido, né?

– O quê? A vida?

– É. Depois que sai da casa dos pais parece que vai tudo de uma vez.

– Pois é, trinta e oito, quase quarenta.

– Crédito ou débito?

Pagamos, e antes de desejar boa semana, fico pensando que quanto mais passa a vida, mais gostoso fica o chorinho.

E o moicano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s