Sexta-feira

Um dos únicos lugares que temos frequentado aqui em casa no último ano é o supermercado. Invariavelmente, tem gente na porta, gente que vive na rua e é obrigada o tempo todo a submeter a dignidade à sobrevivência. Em uma das últimas vezes, minha companheira foi sozinha. E ouviu o pedido por uma bolacha. Nós … Continue lendo Sexta-feira

O que aprendi em Belém

No século XXI, entrar num avião, dormir algumas horas e descer em outra cidade traz paisagens novas, costumes diferentes, mas os mesmos referenciais urbanos: a farmácia, a igreja, o restaurante, o shopping center. A globalização trouxe consigo uma homogeneização dos lugares, pelo mundo todo. Quando embarquei para Belém, então, capital de estado, cidade grande, esperava … Continue lendo O que aprendi em Belém